Saiba como tornar os processos logísticos mais assertivos e estratégicos

Processos logísticos são indispensáveis, uma vez que têm relação com todos os setores da companhia: fabricação, finanças, vendas, pessoal e fornecedores. Não à toa, portanto, cumprem papel de grande importância para que o gestor otimize essas operações de forma estratégica.

A boa conduta gerencial eleva a competitividade do negócio e agrega destaque a ele no mercado. Assim, é possível definir a melhor maneira de se produzir e distribuir bens ou serviços, além de aumentar a satisfação dos consumidores, pois os procedimentos recebem um acréscimo considerável de eficiência.

Mas como promover qualificações nos processos logísticos? Ao longo do artigo vamos mostrar as melhores medidas que você pode aplicar no meio industrial. Confira!

Qual o objetivo e a importância dos processos logísticos?

A principal missão da logística é tornar as operações mais eficazes, a partir do fluxo de dados, informações e materiais dentro da empresa, resultando em economia e satisfação do consumidor. Afinal, a integração de processos promovida pelo setor logístico assegura rapidez às ações, refletindo em mercadorias de qualidade e com valor agregado.

De quebra, o controle sistêmico dessas atividades atua a favor da otimização da cadeia de suprimentos. Isso porque, ao controlar tudo de forma simultânea e acompanhar os resultados obtidos, é possível detectar gargalos e corrigi-los para garantir eficiência.

Como potencializar os processos logísticos?

As medidas mais comuns no mercado são relativamente simples, basta seguir as recomendações abaixo.

Comece fazendo um planejamento logístico racional

Independente do seu segmento industrial, comece pelo planejamento das operações. Isso permite que cada estratégia receba acompanhamento e análise conforme as projeções.

Por exemplo, se algo ficar abaixo do previsto, será preciso intervir de maneira rápida para solucionar o problema. Caso tudo caminhe bem e os resultados cumpram o planejado, é questão de tempo até que a empresa passe a ganhar espaço no mercado.

Determine critérios para definir aquilo que pode ou não ser feito, descubra como integrar as equipes, agilizar a sua linha de produção, identificar parceiros em potencial e sofisticar os processos.

Tenha critérios para fazer o controle de estoque

O estoque representa a base da logística qualificada. Por isso, é importante que esse controle tenha precisão para garantir dinamismo nas reposições e eliminar desperdícios.

Faça análises para prever assuntos como demandas, sazonalidades e tendências de mercado. Para isso, mantenha o controle dos níveis de estoque, registrando todas as entradas e saídas em tempo real.

Uma sugestão é elaborar relatórios capazes de dar clareza quanto ao que deve ser reposto com maior e menor periodicidade, para que o gerenciamento do estoque consista em um diferencial da empresa.

Unifique os processos industriais

Sabe por que é importante unificar processos? Trata-se de algo que integra e simplifica ações operacionais. Entre outros benefícios que surgem em função disso, listamos:

  • aumento da transparência;
  • criação de uma cultura organizacional sólida;
  • diminuição da variabilidade;
  • redução de perdas.

Para isso, é necessário estabelecer padrões compatíveis com as possibilidades da empresa, transmitindo-os para o time e fazendo com que todos se encaixem na proposta.

Reforce a teoria com manuais de procedimento, para que a equipe atue com base nas demandas da companhia. Além disso, mapeie as atividades de rotina e identifique caminhos para fazer melhorias e elevar a competitividade operacional.

Promova uma comunicação integrada

Existem diversas ferramentas que podem integrar a comunicação entre os departamentos e aperfeiçoar toda a cadeia de suprimentos.

É possível usar e-mails corporativos, aplicativo de mensagem instantânea, chat organizacional e murais (gestão à vista) para manter todos os envolvidos a par do que acontece nos processos logísticos e demais operações da empresa.

Conserve um bom relacionamento com fornecedores

Entre as inúmeras atribuições da logística, figura o contato com os fornecedores. Ou seja, é necessário que esse vínculo seja positivo para ambas as partes, criando uma parceria duradoura e proveitosa.

Uma solução: compartilhar os dados operacionais da cadeia de produção com os fornecedores para que fiquem alinhados à empresa. Monitore também a atuação desses parceiros, de modo que eventuais erros não prejudiquem o fluxo produtivo da sua companhia. Por fim, avalie a qualidade das entregas e contribua com o progresso das marcas parceiras.

Dê atenção especial à gestão do transporte

Para que as mercadorias sejam produzidas e entregues dentro do prazo e com a qualidade desejada pelo consumidor, potencializar a gestão de transporte é essencial. Isso abrange o que ocorre internamente, com a movimentação de insumos e itens do estoque para a linha de produção, por exemplo, e o que acontece nas estradas.

Então, cuide da manutenção da frota utilizada nos percursos, do consumo de combustível e peças, e do monitoramento das entregas.

O que é mais viável para a sua indústria? Contar com veículos próprios para entregar mercadorias ou investir na terceirização desse tipo de serviço? A decisão, então, precisa ser tomada com base nos custos que o seu negócio terá e da satisfação do cliente final.

Estabeleça indicadores de desempenho

Em qualquer companhia de sucesso, é necessário que todos mantenham o foco nos mesmos objetivos. Trata-se de uma responsabilidade do gestor, que deve estipular indicadores de desempenho capazes de demonstrar aos envolvidos para onde suas atividades precisam caminhar.

Nesse sentido, entre os indicadores recomendados, destacamos:

  • acuracidade do inventário;
  • avarias no transporte;
  • custo logístico operacional;
  • desempenho de entregas no prazo;
  • ocupação do armazém;
  • produtividade da mão de obra;
  • tempo de ciclo de pedido.

Conte com ferramentas tecnológicas

A tecnologia deve ser encarada como um recurso útil para facilitar e dinamizar diversos procedimentos dentro de uma organização, independentemente do seu porte e segmento. Assim, quando a demanda vem de processos logísticos, essa ferramenta é indispensável.

Pense no volume de dados e informações nas etapas que abrangem o processo de distribuição. Para integrá-las, é preciso contar com ferramentas tecnológicas bem completas.

Com o uso de um software de gestão, a performance organizacional melhora. Afinal, surgem muitas vantagens geradas por essa tecnologia na logística industrial. Sem falar no aumento da produtividade, redução de erros humanos, maior rentabilidade, otimização de recursos (tempo e dinheiro) e acompanhamento das atividades em tempo real.

E então, aprendeu como tornar os processos logísticos mais assertivos e estratégicos?

Vale reforçar que não dar a devida atenção a esse assunto pode comprometer os resultados do negócio, levando sua empresa a perder prestígio no mercado. Portanto, busque melhorias e inovações para garantir que tudo funcione com prosperidade e eficiência.

Gostou do material? Ainda tem dúvidas a respeito do que foi discutido? Aproveite e envie sua pergunta no campo de comentários!

E-book- Tudo sobre LGPD - Baixe grátis

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Fazemos parte do movimento #OpenWeStand

X
rh estratégico - reunião de gestor e funcionários de uma indústria de logística no armazém da empresaCPV - papéis, mãos, um tablet e um notebook sobre uma mesa de escritório, analisando dados e gráficos de negócio