Inteligência artificial na indústria: descubra como utilizar!

A inteligência artificial na indústria consiste em um segmento da ciência da computação que tem como propósito a criação de recursos (máquinas e equipamentos) inteligentes. Ela se dispõe a desenvolver mecanismos que tenham a capacidade de raciocinar e agir como pessoas. Não necessariamente com um “corpo físico”.

Os softwares também se encaixam nesse conceito, pois eles conseguem criar, deduzir, dispensar e até mesmo assimilar determinadas ideias. Hoje, a finalidade dessa tecnologia é simplificar obrigações do dia a dia e modernizar as atividades industriais.

Continue lendo este conteúdo para descobrir como aplicar a inteligência artificial na indústria. Boa leitura!

Prevenção e redução de erros

Imagine um sistema de gestão que é capaz de controlar toda a fabricação de produtos. Em determinada etapa, ele constata uma alteração mínima nas máquinas. Ou uma pequena falha de montagem em algumas mercadorias. E alerta o responsável em seguida.

Sem o apoio desse programa, anomalias na qualidade de um lote ou perdas mínimas de produção são identificadas de forma tardia. Horas ou dias após o ocorrido. O que gera retrabalho e mais despesas ao processo. Com as soluções de manutenção preditiva realizadas pela inteligência artificial, é possível prever problemas imediatamente. Isso porque, esse método detecta antecipadamente qualquer desgaste que as máquinas podem vir a apresentar.

Além disso, os dispositivos inteligentes conseguem analisar um grande volume de dados para otimizar a atividade fabril. Dessa forma, o gestor consegue avaliar os resultados coletados da produção e agir remotamente, ou ainda contar com configurações de software capazes de tomar decisões em seu lugar.

inteligência artificial na indústria

Integração entre setores

Outro benefício da IA é a integração de todos os departamentos em um único programa, que gera, coleta, controla, lê e filtra os dados relacionados à administração, logística, produção, vendas, contabilidade, recursos humanos (gestão de colaboradores) etc.

Os sistemas atuais são capazes de captar as demandas do consumidor e, com isso, fazer o controle de estoque, alinhar novos pedidos de compra de insumos e fechar vendas de acordo com as necessidades do cliente. Isso já é realidade graças às ferramentas inteligentes.

Monitoramento total dos processos industriais

O acompanhamento de máquinas industriais é fundamental para o sucesso fabril. Em consequência disso, a inteligência artificial já está sendo direcionada para esse tipo de melhoria. Com o apoio de um sistema de gestão ERP, é possível enxergar com precisão o que ocorre durante as produções, além de comparar o desempenho produtivo de cada turno ou dia.

Obtenção de vantagens competitivas

As fábricas recebem impactos imensamente favoráveis com a adoção da IA em seus processos. Entretanto, isso não fica limitado aos rendimentos numéricos. Também é possível destacar:

  • resposta imediata às novas demandas e exigências do mercado, considerando que os interesses dos clientes mudam constantemente e em grande velocidade;
  • mudança de responsabilidades e das relações de trabalho, uma vez que os profissionais serão cada vez mais qualificados para funções de programação, gestão e design de novas tecnologias;
  • criação frequente de novos produtos e serviços, visto que a IA consegue analisar as características de cada material, os defeitos que precisam ser melhorados e, inclusive, fazer testes antes de colocar uma nova mercadoria em produção.

Viu só como presença da inteligência artificial na indústria pode otimizar a rotina de processos e pessoas? Com as possibilidades mencionadas acima, você provavelmente está tentado a investir em soluções de IA, não é mesmo?

Gostou desse post? Aproveite o gancho dessa leitura e aprimore seus conhecimentos sobre Business Intelligence!

inteligência artificial na indústria

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

internet-das-coisas