Aprenda a otimizar a tomada de decisão na empresa em 5 passos

Existe uma tendência na gestão financeira de optar pela valorização extrema do planejamento estratégico do capital, deixando a desejar em alguns pontos que são igualmente importantes para o sucesso de uma empresa. Entre eles, destaca-se a tomada de decisão.

Um gestor capacitado é capaz de fazer boas escolhas, visando ao aumento da produtividade, da segurança e dos lucros da empresa. Em situações específicas, o administrador precisa saber quando fechar um contrato e em qual situação investir mais no negócio.

Interessado em saber mais sobre o assunto? O post de hoje apresenta 5 passos sobre como colocar em prática e melhorar o processo de tomada de decisão, além dos benefícios de utilizar Business Intelligence nesse processo. Boa leitura!

Como otimizar as tomadas de decisão?

Durante o dia a dia da atuação no mercado, os gestores precisam fazer muitas escolhas importantes para o rumo do empreendimento. A notícia boa é que atualmente há muitas ferramentas que auxiliam nesse processo, dando uma base sólida para as decisões. Conheça as principais a seguir.

1. Utilizar ERP na gestão

O fluxo de informações dentro de uma organização aumenta constantemente com o passar do tempo. Logo, utilizar ferramentas tecnológicas pode ajudar bastante na hora de fazer a gestão tanto de informações quanto dos perfis dos seus clientes e colaboradores.

O sistema integrado de gestão empresarial, mais conhecido como ERP, é uma ferramenta bastante útil para os gestores, visto que possibilita um gerenciamento integrado, conectando todas as informações e dados de diferentes setores. Isso facilitando a coleta e a interpretação de dados referentes à administração, o que torna a visualização mais ampla.

Ocupar uma posição de liderança (gerência) é de imensa responsabilidade, tanto que as organizações estão à procura de líderes que tenham habilidades suficientes para lidar com seus colaboradores e a capacidade de tomar a melhor decisão nos momentos certos, pois é nessas horas que o futuro das empresas entra em jogo.

Como esse controle fica mais prático, eficaz e ágil, as informações que circulam entre os gestores e gerentes terão menos ruídos, tornando esse processo mais fácil, já que a escolha será realizada com base em dados colhidos na própria empresa.

2. Investir em ferramentas para obter dados e relatórios precisos

Um bom gestor deve ter em mãos ferramentas que, além de coletar informações, façam o tratamento adequado para que ele analise a situação de forma mais acertada. Sendo assim, contar com ferramentas que tratam as informações e geram gráficos e relatórios mais precisos fará com que o tempo de tomada de decisão de um gestor seja otimizado.

tomada de decisão

3. Adotar um planejamento estratégico

Para tomar a melhor decisão possível para seu negócio, é muito importante que o gestor conheça bem:

  • os objetivos da empresa,
  • os perfis de seus clientes,
  • os produtos,
  • os concorrentes.

Então, é preciso traçar um bom plano estratégico que leve em consideração todos os pontos citados. Dessa forma, as chances de tomar uma decisão correta são maiores, pois os objetivos, o mercado e sua decisão estarão alinhados.

Uma dica para novos empreendedores é a realização de uma previsão financeira. Assim, haverá uma integração entre os objetivos e a realidade financeira daquele período.

4. Liderar bem sua equipe

Nem sempre a decisão é tomada por uma única pessoa. Em alguns casos, um grupo é responsável por decidir os caminhos que serão seguidos. Assim, é muito importante saber liderar um processo de decisão para que emoções ou egos não atrapalhem o processo.

Por isso, é fundamental permitir que todos os presentes participem com suas opiniões e que, ao tomar uma decisão, todos estejam de acordo. Apesar de a escolha ser feita em conjunto, é importante que haja uma liderança estabelecida para organizar a condução.

5. Elaborar um plano B quando necessário

Mesmo tendo um bom planejamento estratégico em mãos, ainda é possível que algo não ocorra de acordo com o planejado. Portanto, recomenda-se ter um plano B dentro da carteira para que não seja pego de surpresa.

Uma tomada de decisão não é algo tão simples, sendo necessário estar sempre preparado para contratempos. Liderar grupos é uma tarefa complexa que precisa ser constantemente trabalhada para que os melhores resultados sejam atingidos.

tomada de decisão - homem de meia idade usando camisa e gravata em um escritório segurando um tablet e olhando para o lado

Como melhorar o seu processo de tomada de decisão por meio do Business Intelligence (BI)?

Fazer escolhas é um processo complexo que envolve diversos fatores. A insegurança determina a maior parte dos insucessos diante de questões difíceis. Uma escolha nunca será totalmente correta, por isso uma decisão certeira deve ser favorável para o contexto atual da empresa.

Pensando nessa dificuldade que inúmeros líderes têm, preparamos a seguir dicas de como usar o Business Intelligence nesse processo. Confira!

Saiba o que é BI

Business Intelligence significa inteligência de negócios e é utilizado como base para a tomada de decisão. Os fundamentos do BI estão pautados em três pilares: coleta de dados, interpretação e ação. Por isso, existe um alinhamento entre as informações obtidas e os caminhos que serão seguidos pelo empreendimento.

Mas por que a utilização de Business Intelligence representa um diferencial para a empresa? Decisões errôneas geram custos desnecessários, fazendo com que o negócio reduza seu capital. Tendo dados fidedignos como base, o administrador será capaz de determinar o momento correto para investir em um setor ou outro, por exemplo.

Por isso, o BI é capaz de otimizar a administração da empresa, de ajudar a determinar erros e a reconhecer falhas, além de identificar qual é o perfil do consumidor e quais são os produtos que mais geram engajamento.

Entenda como funciona

O Business Intelligence não é apenas uma ferramenta. Na verdade, é uma visão de mercado baseada em dados. Por isso, é necessário que haja uma integração de diversos fatores, como a atitude dos funcionários e administradores de seguir as informações obtidas e o investimento em um sistema de captação de dados efetivo, como um sistema ERP, em que pode-se fazer um planejamento dos recursos.

Em segundo plano, a empresa deve investir em capacitação para os administradores e funcionários. Essa atitude é essencial para que haja uma cooperação na hora de aplicar os dados colhidos pelo sistema durante um determinado período do ano.

Após a tomada de decisão, você precisa determinar a aplicabilidade da alternativa escolhida. Pensando nisso, uma das técnicas mais utilizadas para resolver problemas de gestão é a de 5W2H. Por meio dela, pode-se elaborar um roteiro bastante específico das ações que serão colocadas em prática, determinando quanto será investido, como e quando será executado, entre outros pontos relevantes.

Este artigo ajudou a entender como a tomada de decisão influencia na gestão empresarial? Você gostaria de saber ainda mais sobre a importância de uma liderança forte e do controle empresarial? Então, aproveite para baixar nosso e-book e saiba ainda mais sobre o como o Business Intelligence está revolucionando empresas na atualidade.

Indústria 4.0 - Baixe o guia completo

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Fazemos parte do movimento #OpenWeStand

X
como escolher um ERPoportunidades de vendas