Tecnologia e gestão são uma saída para enfrentar tempos incertos

A instabilidade financeira ocasionada devido à pandemia do coronavírus tem se tornado um debate mundial. Nesse cenário, houve um reajuste no preço dos produtos e uma diminuição considerável das vendas, fazendo com que o capital de giro das empresas se tornasse menor. Diante das mudanças estabelecidas, a tecnologia e gestão se tornaram as bases para que um negócio sobreviva à crise.

Por meio de estratégias digitais, empresas conseguiram diminuir os impactos gerados pelo contexto social vigente. Uma das soluções foi utilizar o home office e os softwares de gestão integrada, por exemplo. Além disso, a tecnologia permite a criação de novos canais de vendas, como sites online, o que pode reduzir os prejuízos da pandemia.

Muitos profissionais se perguntam como é possível integrar a tecnologia e gestão para minimizar os efeitos da crise do Covid-19 em uma empresa. Neste artigo, vamos esclarecer os principais pontos acerca da importância de investir em um sistema de gestão e como ele pode ser útil no momento em que estamos vivendo. Continue a leitura!

Qual é o impacto da pandemia no mercado financeiro?

Em tempos de crise, é esperado que os setores da economia, em especial os empreendimentos, sofram um momento de instabilidade. No caso do novo coronavírus, o cenário é um pouco diferente de uma crise financeira comum, uma vez que a doença tem uma abrangência global e sem previsões concretas de sua finitude.

Como a medida preventiva é o isolamento social, atividades presenciais se tornam inviáveis, fazendo com que lojas e demais empreendimentos não essenciais ficassem impossibilitados de funcionar normalmente. Pensando nisso, empresas começaram a adotar medidas não presenciais de controle administrativo e de vendas.

É nesse cenário que surge a importância de um sistema de gestão integrado, conhecido também como ERP. Seu intuito é possibilitar a administração integral de vários setores da empresa, a fim de coletar dados e controlar a produtividade dos funcionários — o que é de grande valia em um momento de introdução de home office.

Antes de entender melhor sobre o ERP, vamos falar dessa solução que muitas empresas conseguiram adotar durante o período de pandemia.

Por que o home office deve ser utilizado em tempos de crise?

A tecnologia possibilita que a gestão seja otimizada e, além disso, permite que tarefas dos funcionários sejam realizadas e entregues de forma remota, por meio de videoconferências, por exemplo.

Levando em consideração o contexto da pandemia, o isolamento social gerou um impacto determinante para mudanças relacionadas à forma de trabalho. Para evitar que a produtividade seja diminuída, empresas adotaram táticas tecnológicas para minimizar os efeitos na produção.

O home office é um destaque na aplicação do trabalho remoto, pois possibilita a otimização do tempo e de recursos — como resultado, há uma redução significativa em despesas logísticas.

Para que o objetivo de manter a produtividade na crise seja alcançado, utilizando o home office, é importante ter em mente que um sistema de gestão deve estar integrado a esse processo de mudança. Afinal, é necessário comparar os dados e determinar a efetividade da aplicação da técnica.

Apesar dos benefícios já comprovados da introdução do home office, é importante ressaltar que algumas funções na indústria e outros setores não podem parar — e, com isso, os trabalhadores não poderão aderir a essa modalidade de trabalho remoto. Nesse momento de pandemia, essas empresas devem se tornar mais flexíveis e compreender as dificuldades de adesão.

tecnologia-e-gestao-home-office Tecnologia e gestão são uma saída para enfrentar tempos incertos

O que é o ERP?

Na possibilidade de aderir ao trabalho remoto, o Enterprise Resource Planning (ERP) surge como um aliado das empresas. Ele é um software para planejamento de recursos empresariais e tem como finalidade coletar e organizar dados, com o objetivo de facilitar a tomada de decisões.

A organização e a administração efetiva são alguns dos pilares para que um empreendimento continue saudável no mercado. Por meio de um sistema, existe o melhor gerenciamento do negócio, potencializando o tempo usado para sua gestão. Além disso, erros são identificados de forma mais rápida, o que diminui os gastos indevidos.

Por que investir no ERP?

Existem diversos fatores que ajudam a justificar os motivos positivos de se investir em um software de gestão. Pensando na crise, separamos três benefícios que podem auxiliar a reduzir os custos indevidos em meio à diminuição do capital disponível na empresa. Confira!

Controle de processos

O sistema ERP permite que o gestor tenha acesso a um relatório de dados. Por meio dele, o administrador consegue determinar quais são as dificuldades que cada setor está enfrentando.

No caso da pandemia, a categoria de vendas é a mais afetada. Por isso, a empresa pode introduzir uma estratégia e acompanhar o seu desempenho por meio do controle realizado pelo software.

Redução de estoque

Esse é o setor da empresa na qual existe o maior gasto. Afinal, a matéria-prima é a base para a construção do produto, sendo inviável que um negócio funcione sem um bom estoque.

Porém, vale ressaltar que a falta de organização e planejamento nessa área da empresa pode se tornar um desafio de gestão. Por meio do ERP, o administrador consegue reduzir o estoque, repondo apenas o necessário. Como consequência, há uma diminuição dos custos desnecessários.

Redução da equipe

Com a implantação do software, alguns processos são automatizados, reduzindo o número de pessoas necessárias em determinados departamentos. Em um momento de crise, agilizar ações facilita os trâmites de compra da empresa e diminui os impactos negativos da instabilidade financeira.

Como o sistema FoccoERP pode ajudar durante a crise?

É evidente que um software auxilia na administração e na gestão de uma empresa. Pensando na crise financeira gerada pelo coronavírus, é importante ressaltar que o investimento em um sistema deve ser pautado em critérios de qualidade do serviço prestado e do produto. Ou seja, a organização que fornecerá o sistema deve ser escolhida de forma minuciosa.

A escolha deve ser pautada nas necessidades da empresa, focando a obtenção de metas e objetivos traçados. Em destaque, o FoccoERP é uma ótima opção para ajudar a gerar bons resultados em curto e a longo prazo. Ele auxilia também em momentos de crise, como atualmente na pandemia.

Além disso, o sistema permite que as decisões sejam tomadas de forma mais rápida e embasada em dados colhidos. Evitando, assim, que erros sejam cometidos.

Como vimos, é possível utilizar a tecnologia e gestão de forma integrada, a fim de minimizar os efeitos da pandemia. Os benefícios, então, aparecem em forma de redução de custos e otimização das produções.

Você entendeu os benefícios da utilização do sistema ERP? Quer descobrir como o FoccoERP pode auxiliar nesse processo? Então, entre em contato conosco!

cta-erp-crescimento-exponencial Tecnologia e gestão são uma saída para enfrentar tempos incertos

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Fazemos parte do movimento #OpenWeStand

CONHEÇA!
X
Alternativas para sua empresa durante a pandemia - Sobre uma mesa está um notebook, notas autoadesivas, uma folha com gráficos e uma mão segurado uma caneta sobre o um cadernovendas por telefone - mesa com telefone em destaque e desenhos que mostram a diversidade de serviços prestados através de ligações