Supply Chain: entenda agora o que é e por que é tão importante

Para se manter competitiva no mercado, uma empresa deve implementar estratégias capazes de proporcionar a alocação adequada de recursos, eficiência, qualidade dos processos e satisfação dos clientes. É importante, então, investir na Supply Chain.

Esse termo em inglês que significa ”cadeia de suprimentos” ou ”cadeia logística”, trata-se de um processo que engloba todas as atividades de um negócio, desde a aquisição da matéria-prima até a entrega da mercadoria ao consumidor.

Existe uma diferença em relação à logística, pois esta cuida da integração dentro da empresa, como gestão da compra de insumos, armazenamento e transportes. Já a cadeia de suprimentos prioriza o alinhamento entre fabricantes, fornecedores, distribuidores, varejistas etc. Ou seja, envolve a parte estratégica dos processos.

Quer entender como funciona a Supply Chain e sua relevância para o negócio? Então leia este post e descubra agora mesmo!

Como funciona a Supply Chain?

A Supply Chain trata de todos os processos operacionais ligados ao produto, mesmo que de maneira indireta, como estoque, inventário e compras. Por isso, contemplar diversas etapas de produção, como:

  • compras;
  • planejamento do fornecimento e da demanda;
  • controle de estoque;
  • produção da mercadoria;
  • aprimoramento contínuo;
  • logística.

Ao investir em Supply Chain, fica mais fácil alcançar melhores resultados, desde que se observem alguns aspectos:

  • documentos essenciais;
  • insumos;
  • dados e informações;
  • máquinas e equipamentos;
  • pessoas;
  • meios de transportes etc.

Todos esses fatores precisam estar integrados para que o fluxo dos processos aconteça de forma efetiva. Assim, a organização atinge objetivos e melhora a própria competitividade, a partir de três critérios:

  1. processos de negócios — apontam o motivo da existência da gestão e suas metas;
  2. tecnologias, estratégias, sistemas e práticas — mostram as ações atuais e inovadoras para desenvolver as tarefas;
  3. organização e pessoas — envolve a estrutura da companhia e o treinamento dos membros da equipe para colocar todas as etapas em execução.

Qual é a importância da Supply Chain?

Baseando-se em uma boa gestão de Supply Chain dentro da empresa, diversos benefícios podem ser alcançados a partir da integração de áreas envolvidas com produtores, fornecedores, distribuidores e lojistas. Conheça os principais!

Melhora a qualidade dos produtos e serviços

A cada dia que passa, os clientes têm aumentado o nível de exigência. Portanto, é preciso acompanhar de perto a qualidade dos produtos disponibilizados no mercado, além da atuação dos fornecedores e transportadoras escolhidos como parceiros.

Um bom gerenciamento de Supply Chain ajuda a garantir eficiência e um grau de qualidade superior, principalmente quando são definidos requisitos mínimos para que um terceiro vire aliado nesse processo.

Diminui os custos das operações

Quando o assunto é a cadeia de suprimentos, a redução de custos consiste em uma das vantagens imediatas. Isso porque a alocação adequada de recursos minimiza falhas, desperdícios e contabilizações erradas.

Além disso, essa metodologia evita reduções extremas dos níveis de estoque, por meio de uma boa comunicação com os fornecedores. De quebra, elimina tarefas desnecessárias e retrabalhos, além dos demais processos que não geram valor para o resultado final.

Gera mais eficiência aos processos

Por meio da Supply Chain, é possível manter-se atualizado, entender as tendências e aplicar otimizações contínuas na empresa. Esses elementos asseguram, portanto, um melhor atendimento às demandas do mercado, independentemente das mudanças que possam ocorrer.

A gestão da cadeia de suprimentos consiste em uma forma de continuar preparado e em dia com os prazos acordados sem perder a qualidade dos serviços. Isso torna o negócio muito mais competitivo no longo prazo.

Integra os setores

Diversos departamentos da organização devem constituir a cadeia de suprimentos. A finalidade não é aumentar a complexidade da operação, mas alinhar os pares internos e externos no dia a dia da produção.

Entre as áreas mais acionadas, figuram as de compras, produção, vendas, marketing, contábil, tributário, estoque e armazenamento, e recursos humanos. O intuito é desenvolver uma estratégia com base em um método multidisciplinar, pois só assim os elos atuam em conjunto e a Supply Chain recebe um acréscimo de eficácia.

Abre novas oportunidades de mercado

A cadeia de suprimentos assegura processos mais estratégicos e melhor executados. Afinal de contas, é possível entender as demandas e maneiras de integrar as tarefas por intermédio da tecnologia, proporcionando controle dos recursos, pedidos e processos diários.

Isso abre excelentes oportunidades de mercado, já que há uma atuação mais abrangente. Consequentemente, o crescimento da vantagem competitiva incrementa a reputação da marca e a fidelização dos clientes, que conseguem identificar o valor agregado aos produtos e serviços entregues.

Prepara o negócio para o futuro

A empresa também é capaz de lidar com as demandas da melhor forma possível, considerando que a estratégia surge apenas depois da análise do cenário atual e de possíveis contextos.

Por esse motivo, a sazonalidade da matéria-prima e outros aspectos que fortalecem práticas preestabelecidas carregam papel de relevância, reestruturando a logística da empresa.

Incentiva a pontualidade

A realização de entregas dentro do prazo é um aspecto muito importante para agregar valor aos clientes. Nesse caso, os processos exigem velocidade, tendo em vista o aumento do faturamento e a possibilidade de fechar novos negócios. 

Entre os métodos que podem ser utilizados, vale apontar o Just in Time (JIT), que foca na entrega dos pedidos no momento correto, impedindo o excesso de estocagem e desperdícios; e o Lean Manufacturing, atuante na eliminação das tarefas desnecessárias para a melhoria frequente.

Agiliza a solução de problemas

Outro benefício da cadeia de suprimentos é a disponibilidade de soluções rápidas e precisas. O serviço de transportes e entrega costuma ser visto como um setor de alto risco e, por meio de um gerenciamento integrado, facilita-se o mapeamento dos processos para, consequentemente, avaliar os riscos das operações.

Como você pode perceber, a Supply Chain proporciona uma série de benefícios capazes de auxiliar no atendimento das demandas dos clientes e no aprimoramento dos processos, levando a um acréscimo de competitividade.

Para implementá-lo, é preciso integrar os setores e otimizar os métodos de trabalho, além de contar com uma boa equipe de atendimento ao público. Não se esqueça, ainda, de investir na melhoria da comunicação entre todos os envolvidos, gerando o alcance de resultados satisfatórios.

Agora que entendeu a importância da Supply Chain, deixe um comentário e compartilhe com a gente a sua experiência ou dúvida a respeito do tema!

Como encontrar oportunidades de mercado para a indústria - Baixe o guia completo

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

precificação de produtos no exterior - cédulas, moedas e uma calculadoraestratégia multicanal - notebook e carrinho de compras miniatura ao lado