Retenção de talentos: como diminuir o índice de rotatividade

Infelizmente, a retenção de talentos é um desafio no meio empresarial. Por que será que esse se tornou um problema nas organizações? O motivo é muito simples. Grande parte das empresas não conseguiu acompanhar as expectativas das novas gerações.

Com a entrada dos millennials — termo que abrange aqueles que hoje têm entre 18 e 24 anos — no mercado de trabalho, a relação entre a gestão e os colaboradores precisa mudar. Para promover a retenção de talentos e diminuir o índice de rotatividade, é necessário que a sua empresa comece a agir de maneira proativa diante desse novo cenário.

No post de hoje, resolvemos trazer algumas dicas para garantir, justamente, a retenção de talentos na sua empresa. Vamos abordar desde a elaboração dos planos de carreira, até a realização de feedbacks. Confira tudo isso logo a seguir!

Desenvolva um plano de carreira

Nossa primeira dica é simples. É muito importante desenvolver um plano de carreira na sua organização. Afinal, é preciso considerar que os colaboradores também possuem suas ambições e elas precisam estar em sintonia com a própria visão institucional sobre o futuro.

O plano de carreira pode ser dividido entre planos de cargos e de salários. Os planos de cargos representam a mudança de hierarquia de um funcionário. Ele pode deixar de ser um analista e ocupar um cargo de gerência, por exemplo.

Por outro lado, os planos de salários representam mudanças na remuneração e de algumas atribuições. Um analista júnior, nesse caso, pode passar a analista pleno, com mais responsabilidades.

Invista no marketing de incentivo

Outro grande diferencial para garantir a retenção de talentos em uma organização é o marketing de incentivo. Estamos falando de ações que podem ser realizadas na empresa que possuem o objetivo de aumentar o engajamento de cada um dos colaboradores, ou seja, fazer com que eles “vistam a camisa” do time.

Alguns exemplos de atividade são possibilitar viagens de estímulo, fornecer presentes/brindes em datas especiais e promover a gamificação do ambiente de trabalho. Isso pode melhorar muito o clima organizacional e, consequentemente, garantir a retenção de talentos na sua empresa.

Forneça feedbacks para os profissionais

Para concluir, é importante destacar que os profissionais contratados querem aprender. Os jovens, principalmente, são ávidos por novos conhecimentos, que poderão ser incorporados ao longo da carreira. É justamente por esse motivo que os feedbacks são fundamentais.

A oportunidade serve, não só para alinhar os colaboradores aos padrões da empresa, como também para possibilitar o desenvolvimento de todos eles. Além disso, é um momento conveniente para que os profissionais e a gestão comecem a falar a mesma língua, melhorando o clima e reduzindo a rotatividade.

Em resumo, é preciso que a organização realmente mantenha um forte empenho na retenção de talentos. Afinal, são os profissionais que, de fato, colaboram para a melhoria da organização como um todo e conseguem garantir a excelência do produto final. O foco no clima deve ser uma prioridade, principalmente na geração de millennials.

Gostou do nosso post de hoje? Viu que, por meio de ações simples e praticáveis, é possível promover a retenção de talentos no negócio? Se quiser descobrir mais informações, assine a nossa newsletter!

cta_ebook_guia_completo_gestao_indicadores_horiz-novo Retenção de talentos: como diminuir o índice de rotatividade

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Fazemos parte do movimento #OpenWeStand

CONHEÇA!
X
automação de processoscontenção de despesas