Guia prático para implantar o MES na indústria

Implantar o MES (Manufacturing Execution System) na indústria é uma tarefa desafiadora para muitos gestores. E a sua popularidade vem em um momento bastante relevante para nossa história.

Vivemos a 4ª Revolução Industrial, ou Indústria 4.0, um período no qual operações manuais e máquinas se interligam com o intuito de automatizar as indústrias. Segundo o Sebrae, aqueles que têm mais chance de sobreviver a essas mudanças são também os que possuem maior capacidade adaptativa. 

Neste contexto, recursos como robótica e Inteligência Artificial são capazes de assegurar a sobrevivência de muitos negócios. Além disso, também oferecem suporte ao desenvolvimento de diversos sistemas.

O MES é um desses sistemas e tem o objetivo de alinhar a equipe de produção ao que foi planejado pela gestão. Ele analisa todas as informações geradas no chão da fábrica e fornece dados para a administração em tempo real. 

Essa capacidade integrativa gera resultados positivos que impactam diretamente na lucratividade do negócio. Ficou interessado e quer saber mais sobre este assunto? Então, continue aqui conosco e descubra como implantar o MES na sua indústria!

O que é Indústria 4.0?

O termo Indústria 4.0 se refere a um movimento de tecnologia que conta com soluções extremamente avançadas para digitalizar todo o processo industrial. De maneira ampla, ele está relacionado a uma proposta que visa transformar radicalmente a operação fabril dos dias atuais.

Um dos pontos principais deste conceito é a possibilidade de integrar toda cadeia produtiva a partir de sistemas inteligentes como a tecnologia MES, por exemplo. 

Outra questão diz respeito à competição. Para uma indústria se manter competitiva, ela precisar inovar suas técnicas. E a integração entra como ponto-chave nesse processo. 

Sendo assim, ao longo do texto iremos explicar melhor o que é o MES e como implementá-lo irá auxiliar na automatização de processos na indústria. 

Continue lendo!

O que é e como funciona o MES?

MES é a sigla para Manufacturing Execution System (Sistemas de Execução da Fabricação). Também é o nome que se dá a todos os sistemas responsáveis por ligar a gestão do negócio à equipe de chão da fábrica. 

Sua implantação é uma forma de assegurar, em tempo real, que a qualidade esteja presente em todas as etapas do processo de fabricação. Dentre seus benefícios mais relevantes está a possibilidade de fazer correções e evitar que falhas impactem o resultado ou produto final.

Há ainda outras vantagens obtidas a partir da implantação desse sistema, como otimização de recursos e redução de desperdícios. No entanto, a automação dos processos por meio da integração com um sistema ERP (Enterprise Resourcing Planning) é a que merece receber maior destaque.

Por que automatizar os processos na indústria?

A automatização está muito mais relacionada à melhoria na produção com diminuição de falhas do que à substituição de pessoas por máquinas. Sendo assim, trata-se de um processo essencial para qualquer indústria que deseja se tornar mais competitiva.

Dentre seus propósitos estão:

  • aumento da produtividade e do desempenho;
  • melhor visibilidade de processos;
  • redução de custos operacionais.

A automação de processos pode se dar através de sistemas específicos para a otimização da gestão, como os ERPs ou o próprio MES. 

Planejamento e produção: a inserção do MES na Indústria 4.0

O MES é o sistema responsável por fazer a ponte entre a estratégia de uma indústria e seu processo de chão de fábrica. Isso significa que, enquanto o ERP controla a produtividade dos equipamentos, o MES avalia se o planejamento está sendo executado corretamente, em tempo real.

Implantar o MES é uma das mais importantes formas de inserir o negócio na Indústria 4.0 e pode ajudar na otimização de recursos. Com esse sistema, a indústria passa a controlar o fluxo e a estocagem de matéria-prima de forma muito mais efetiva.

Isso porque é possível avaliar todos os fatores relacionados à qualidade do produto final, como o tempo gasto durante a produção e as condições dos equipamentos, por exemplo. Consequentemente, há uma redução de desperdícios e também de custos.

Como implantar o MES na indústria em 4 passos

Vimos até agora que o MES é um sistema bastante alinhado aos requisitos da Indústria 4.0. Apesar de suas especificidades de funcionamento, ele não possui uma metodologia única e pode ser implementado a partir dos 4 passos que veremos a seguir.

Trace um diagnóstico inicial

Antes de iniciar a implantação do MES na sua indústria, é necessário entender o porquê de sua efetivação. Para isso, será necessário realizar um levantamento de todos os sistemas de automatização utilizados na empresa, desde o chão de fábrica até a administração

Com essa atividade feita, é o momento de definir todos os objetivos que se pretende com a implantação desse sistema, por exemplo, diminuição de desperdícios durante o processo produtivo.

Defina um projeto de implantação

Tendo os objetivos definidos, já é possível definir um projeto de implantação. Ele deverá ser concretizado em um documento contendo os nomes da equipe interna responsável, prazos e parceiros necessários para sua realização.

Realize testes

Você já traçou o diagnóstico inicial e definiu todos os pontos necessários para o projeto de implantação do MES. Agora é hora de realizar testes e prevenir erros que possam dificultar a usabilidade de outros sistemas da sua empresa. Afinal, a ideia principal de toda essa execução é a otimização de processos.

Faça avaliações

Finalmente, uma das etapas mais aguardadas de todo esse processo: a avaliação. Este é o momento de analisar todos os benefícios e vantagens obtidos a partir da implantação do MES.

Aqui, diversos fatores podem ser considerados, desde a redução de custos até a otimização do tempo das atividades. Resumidamente, tudo vai depender se os resultados obtidos estão de acordo com os objetivos definidos.

Com o FoccoERP, você tem ainda mais sucesso ao implantar o MES

O FoccoERP é um software de gestão desenvolvido para negócios no contexto da Indústria 4.0. Isso porque ele foi pensado para se integrar a qualquer tipo de sistema MES, fomentando a automatização da sua empresa. 

Com isso, ele contribui com a redução de erros e de custos, proporciona mais agilidade nos processos e melhora as tomadas de decisão.

Agende uma demonstração gratuita e saiba como nosso sistema pode ajudar a implantar o MES e otimizar a sua indústria!

Indústria 4.0

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

ERP para distribuidorassoftware de vendas - homem utilizando mouse para navegar em um computador