Afinal, qual é a hora certa de trocar de ERP?

Um sistema de gestão é de fundamental importância para empresas de todos os portes. Porém, muitas vezes deixam de atender as necessidades da gestão. É neste momento que você deve pensar se não é a hora certa de trocar de ERP.

A importância do investimento em um ERP — sistema de gestão integrada — é reconhecida por muitos gestores e empreendedores, visto que os benefícios gerados por ele abrangem diversos processos dentro da organização e ajudam a alavancar os resultados.

A grande questão aqui é a dúvida a respeito da necessidade de trocar de ERP e quando isso deve ser concretizado.

Já parou para pensar se o seu sistema apresenta um desempenho satisfatório ou se as deficiências superam as vantagens?

Quer saber se é o momento de fazer uma substituição?

Então continue acompanhando a leitura e confira os motivos para que isso seja feito!

Trocar de ERP quando o sistema não oferece escalabilidade

A escalabilidade é uma característica muito importante e desejável em sistemas, pois consiste na capacidade do software de se adaptar ao crescimento da empresa e suportar novas demandas, mantendo a qualidade do serviço. Contudo, é muito comum encontrar soluções que não possuem essa qualidade e, consequentemente, se tornam ineficazes à medida que o negócio se expande.

O que acontece nesses casos?

– as rotinas não são executadas devidamente;

– as funcionalidades não se encaixam adequadamente nos processos;

– os relatórios ficam incompletos, entre outras falhas.

Se isso ocorre na sua organização, é um sintoma claro de que é hora de trocar de ERP.

Quando as necessidades da empresa não são satisfeitas

Suponhamos que um novo tipo de relatório passa a ser necessário para acompanhar determinada rotina ou que novos fluxos de trabalho foram criados, mas o sistema não oferece funcionalidades para esses casos.

O que isso quer dizer?

Isso quer dizer que a ferramenta usada atualmente não possui a capacidade de atender às demandas do seu negócio.

Tradicionalmente, as soluções eram desenvolvidas e os processos é que tinham que ser adaptados para se adequar à ferramenta. Entretanto, atualmente é possível encontrar opções cada vez mais flexíveis e completas, que podem se enquadrar ao seu negócio.

trocar-de-erp2 Afinal, qual é a hora certa de trocar de ERP?

Também é hora de trocar de ERP quando atendimento do suporte não é satisfatório

O atendimento e o suporte da empresa desenvolvedora devem estar de acordo com a demanda do seu negócio, e se possível, serem realizados proativamente.

Nesse caso, vale a pena se questionar:

– quando realizados, o atendimento e o suporte são satisfatórios?

– a empresa fornecedora está preocupada com o seu nível de satisfação?

– os treinamentos oferecidos (para novos colaboradores ou novas funcionalidades) são eficazes?

– existe agilidade no atendimento, oferecendo solução para os problemas em tempo hábil?

– existe um alto custo para a realização de visitas técnicas, a ponto de torná-las inviáveis?

Por meio dessas perguntas, torna-se possível identificar a qualidade do relacionamento da sua empresa com a fornecedora do software e se existem boas perspectivas futuras.

Quando é necessário investir em outras ferramentas e controles

Existe o uso de muitas planilhas fora do sistema ou é necessário investir em outros softwares e ferramentas para controlar determinados processos?

Se a resposta for positiva para o investimento em outras ferramentas, é provável que o momento de trocar de ERP tenha chegado.

O objetivo por trás dessa solução é justamente automatizar diversos processos e áreas dentro da empresa. Portanto, não faz sentido algum manter um sistema que não contemple as atividades e requer a utilização de outros recursos separadamente.

Isso é especialmente importante em situações que envolvem adequação fiscal e a legislação vigente. Como são questões cruciais para a perenidade do negócio e podem acarretar multas onerosas, espera-se que o ERP forneça um bom suporte e que os parâmetros estejam adequados e dentro das exigências.

Como podemos ver, é possível perceber quando chegou o momento de trocar de ERP.

Ignorar os sinais é sinônimo de:

– gerir operações ineficientes;

– aumentar a incidência de erros;

– não ter total controle sobre as informações;

– tornar os processos mais demorados e complexos;

– além do risco de descumprir alguma norma e sofrer penalizações.

Gostou de saber um pouco mais sobre a hora de trocar de ERP? Restou alguma dúvida sobre o assunto? Então entre em contato conosco e esclareça essas questões agora mesmo!

controle-total-da-empresa-1 Afinal, qual é a hora certa de trocar de ERP?

Resumo
trocar-de-erp-thumbnail Afinal, qual é a hora certa de trocar de ERP?
Título do Post
Afinal, qual é a hora certa de trocar de ERP?
Descrição
A escalabilidade é uma característica muito importante e desejável em sistemas, pois consiste na capacidade do software de se adaptar ao crescimento da empresa e suportar novas demandas, mantendo a qualidade do serviço. Contudo, é muito comum encontrar soluções que não possuem essa qualidade e, consequentemente, se tornam ineficazes à medida que o negócio se expande.
Autor
Publicado
FoccoERP

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Fazemos parte do movimento #OpenWeStand

CONHEÇA!
X