Fábrica de cervejas: 6 dicas para ter sucesso

Como uma fábrica de cervejas pode se destacar no mercado?

Embora a bebida seja de longe a preferência nacional, responsável por 61% das doses alcoólicas servidas no país, empresas do setor enfrentam uma grande concorrência. Afinal, são inúmeras marcas e opções disponíveis para o consumidor, o que torna a disputa pela preferência acirrada a ponto de mobilizar milhões em propaganda.

Leia também: Sistema de gerenciamento empresarial: qual o ideal para a indústria de bebidas

Para se destacar nesse setor competitivo, é preciso fortalecer sua marca e conquistar uma ampla fatia de mercado. Não sabe como começar? Nós descobrimos e vamos contar a você como ter sucesso com sua fábrica de cervejas em 6 dicas infalíveis. Acompanhe!

6 dicas para administrar uma fábrica de cervejas com sucesso

Garanta um diferencial

Um produto igual a todos os outros encontra uma dificuldade maior para se destacar e conquistar o consumidor. Por isso, a fabricação de cervejas é um filão desse mercado que tem adquirido uma importância cada vez maior.

Ela não segue os mesmos procedimentos de produção massificada e combina diversos aromas e gostos, atendendo paladares e preferências distintas — é a aplicação da inovação à arte da cervejaria.

Outro aspecto importante é a utilização de ingredientes nobres e selecionados. Conforme as regras de fabricação estabelecidas pela Lei da Pureza Alemã, essas cervejas devem ser compostas apenas por cevada, água e lúpulo, e não devem conter conservantes, açúcares ou quaisquer outros componentes.

Portanto, trata-se de um segmento que consegue aliar qualidade e inovação, proporcionando experiências gastronômicas complexas que atendem a um público mais exigente.

Mapeie os processos

Depois de falarmos do diferencial, é hora de garantir que a produção seja o mais eficiente possível, reduzindo os custos para a companhia. Apesar de geralmente atender um público diferenciado para o qual o preço não é o fator mais importante, toda empresa precisa reduzir custos para sobreviver. Então, vamos descobrir como fazer isso.

O primeiro passo é mapear os processos da organização. É preciso estudar cada etapa, desde a aquisição da matéria prima até a logística e entrega dos produtos, a fim de entender realmente como a produção funciona e de que forma os procedimentos interferem no resultado final.

Identifique falhas e gargalos

O mapeamento de processos levará inevitavelmente à detecção de procedimentos complexos, instáveis e não padronizados que causam falhas, interferem no fluxo de atividades ou na qualidade do produto. Identificar esses aspectos é o ponto de partida para o passo seguinte: a otimização.

fabrica-de-cervejas Fábrica de cervejas: 6 dicas para ter sucesso

Otimize processos

A identificação das falhas deve levar a empresa a pensar em soluções para corrigir esses problemas. Eliminar etapas desnecessárias, alterar a ordem das operações, redesenhar o layout da fábrica: há muitas alternativas para agilizar os procedimentos e aperfeiçoar os processos, tornando-os mais ágeis e eficientes.

Invista em tecnologia na linha de produção

Há alguns anos, a indústria de bebidas descobriu que a tecnologia na linha de produção é um fator importantíssimo pra a melhoria do desempenho. Quando realizado de forma criteriosa, o investimento em aparatos tecnológicos gera lucros suficientes para amortizar a despesa em um curto espaço de tempo.

A automação reduz erros, diminui as despesas, torna os processos mais eficientes e alavanca a produtividade. No meio corporativo, rapidez e precisão são sinônimos de lucro. Portanto, esse investimento não deve ser negligenciado!

conheca-o-foccoerp Fábrica de cervejas: 6 dicas para ter sucesso

Utilize sistemas de gestão

Não é apenas na produção que a tecnologia deve estar presente. Ela pode (e deve) chegar também à administração, tornando a companhia mais produtiva e competitiva. Um bom sistema de gestão permite:

  • otimizar os processos de todas as áreas da empresa;
  • garantir um bom fluxo de atividade por coordenar uma ação sincronizada de diversos setores;
  • integrar os dados fornecidos pelos diversos departamentos para favorecer uma visão sistêmica do negócio;
  • sinalizar necessidades que envolvem questões simples e complexas do dia a dia da companhia;
  • evitar erros que posam gerar problemas administrativos ou tributários;
  • favorecer uma tomada de decisão mais precisa, baseada nos dados fornecidos pelo sistema;
  • analisar o negócio de forma objetiva, identificando padrões e formando cenários mais confiáveis para a tomada de decisão.

Gostou dessas dicas para ter sucesso na sua fábrica de cervejas? Quer ter acesso a outros conteúdos como esse? Então assine a nossa newsletter e receba outras novidades exclusivas diretamente no seu e-mail!

[cta id=’2999′]
Mostrando 2 comentários
  • Eliseu
    Responder

    Top!! Top!! Excelente!!!

  • Claudir
    Responder

    Muito bom!

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Fazemos parte do movimento #OpenWeStand

CONHEÇA!
X
sistema de gerenciamento empresarialsistema de vendas