Como vender valor e não preço ao cliente? Veja 7 dicas essenciais!

O conceito sobre como vender valor e não preço surge da ideia de que produtos e serviços vão além de uma simples aquisição. Eles consistem em soluções para problemas dos clientes, pois entregam benefícios que as demais alternativas do mercado não conseguem disponibilizar.

Apesar do preço impactar bastante na hora do consumo, não é ele que define o valor de determinada compra. Os responsáveis pelo destaque de serviços e itens em relação à concorrência são os diferenciais oferecidos pela marca, a partir de uma experiência segura e de qualidade aos consumidores.

Tem interesse pelo assunto? Então continue acompanhando o post e confira 7 dicas indispensáveis para aprender a vender valor em seu negócio!

1. Entenda o que o seu público quer

Saber como vender valor e não preço exige que a empresa conheça bem o público que consome as suas soluções. Isso porque cada tipo de produto ou serviço apresenta características capazes de resolver os problemas das pessoas. Quanto mais informações a respeito do público, melhor é o direcionamento na hora de ofertar soluções.

Isso permite o acréscimo de valor no ato da venda, destacando as principais características que tornam seus produtos e serviços indispensáveis para os consumidores. Assim, eles tendem a pagar para que a sua marca resolva as pendências por meio das soluções disponibilizadas, ou seja, estão comprando o valor oferecido.

Além disso, através da criação de uma persona, é possível definir os meios de comunicação mais adequados na hora do contato com seu público-alvo. Ela funciona como um perfil semi-fictício do cliente ideal que adquire as soluções entregues pela marca. Com esses dados, você pode estabelecer estratégias com maior precisão, atingir uma parcela maior de consumidores e obter resultados satisfatórios.

2. Estude o potencial do mercado

A relação entre preço e valor é um dos grandes aspectos levados em consideração na hora de concretizar uma venda. Trata-se de um elemento com bastante potencial, capaz de fortalecer os resultados das empresas que sabem administrar as próprias prioridades na hora de buscar o alcance do público.

Ao realizar um estudo sobre o potencial de mercado, você consegue identificar as oportunidades de negócio com maior capacidade de otimização dos resultados. Isso significa que é essencial entender a fundo o seu público-alvo, seus comportamentos e necessidades.

Nesse sentido, vale observar que as empresas são as responsáveis pela definição de preços das mercadorias, mas o valor do produto é algo gerado pela percepção que os clientes têm durante o consumo. Assim, ao explorar o potencial de mercado, você deve priorizar sempre as necessidades do seu público-alvo. Somente assim os seus consumidores poderão enxergar o valor das suas soluções.

3. Priorize a qualidade

Como vimos anteriormente, vender valor e não preço exige estratégias mais focadas em atender às necessidades do público. Assim, a qualidade é um ponto fundamental para que seu planejamento funcione corretamente. Afinal, ninguém vai querer comprar algo se essa solução não transmitir nenhuma confiança — mesmo que seu produto seja mais barato que o da concorrência.

Por isso, a prioridade na hora de comercializar um produto ou serviço é o foco na qualidade que essa solução tem.

Lembre-se: muitas pessoas valorizam o que funcional e duradouro, ao invés de algo barato e que pode estragar com facilidade.

O preço, nessas horas, é substituído pela experiência que a marca agrega em suas soluções. Dessa forma, vende-se um valor muito superior para o seu público, satisfazendo as necessidades dele e incrementando a fidelização ao processo.

4. Aprenda a lidar com objeções

Um bom vendedor deve dominar as melhores formas de persuadir os potenciais compradores. Em outras palavras, o objetivo é chegar a uma meta em comum, em que os benefícios dos produtos e serviços disponibilizados pela empresa sejam claros sob a perspectiva dos clientes.

Vender valor e não preço não é um processo tão simples, e os profissionais de venda precisam saber lidar com o público, atraindo uma compra ao invés de empurrar a venda.

Assimilar corretamente as perguntas é essencial para esse processo. Elas são responsáveis pelo interesse dos compradores e, por isso, respondê-las de modo apropriado desempenha papel crucial no caminho para o sucesso. Delas, você extrai as informações necessárias para lidar com objeções durante as vendas e guiar a compra da melhor forma possível.

5. Mantenha bons relacionamentos

Quando falamos em relacionamento, vamos bem além da relação entre a marca e o público. Esse conceito é muito mais abrangente, e diz respeito tanto à maneira de iniciar uma interação, como à facilitação de todo o processo de venda.

Isso significa que o relacionamento começa antes da primeira interação com o cliente e só termina com o pós-venda. Assim, fornecer uma experiência completa é essencial para fortalecer os laços entre a empresa e o público.

A manutenção de um relacionamento saudável e frutífero com o seu público consiste em um meio extremamente eficiente de agregar valor aos serviços e produtos. Um atendimento eficaz, tendo todas as dúvidas sanadas, representa um enorme diferencial, que impacta diretamente nos resultados das vendas.

6. Saiba negociar

A negociação é a etapa mais importante na hora de agregar valor às compras dos consumidores. Nesse cenário, com cada vez mais dados disponíveis a respeito do seu público, esse é o momento ideal para deixar os benefícios das soluções transparentes. Assim, o preço deve ficar em segundo plano, servindo apenas como último argumento durante o processo.

O discurso utilizado em meio à negociação é justamente o norte para o sucesso: ele tem impacto direto sobre os resultados. Podemos defini-lo como o guia para orientar o cliente durante a compra, exemplificando as informações envolvendo produtos e serviços com o maior profissionalismo possível.

7. Conheça o valor do seu produto

Não adianta contar com uma solução extremamente atrativa se a empresa não souber como vendê-la. Por isso, é essencial que os vendedores estejam alinhados às principais características dos produtos e serviços entregues.

Com base nesse conhecimento, chega a hora de dar início a estratégias mais focadas em solucionar problemas ao invés de simplesmente forçar uma venda. Nesse sentido, saber detalhes a respeito dos produtos e serviços é fundamental para mostrar como eles podem impactar no mercado, servindo como um poderoso mecanismo para convencer os consumidores.

Pronto! Agora você sabe como vender valor e não preço em seus produtos e serviços. Adotar esse tipo de estratégia destaca o negócio de modo competitivo no mercado. Além disso, ao providenciar uma experiência diferenciada para o público, você também ganha a capacidade de aumentar o número de vendas e alcançar resultados melhores.

Gosto das nossas dicas sobre como vender valor? Então aproveite a visita ao blog para seguir a nossa página no Facebook e acompanhar novos conteúdos exclusivos!

Tudo o que você deve saber para ter a melhor equipe de vendas - Baixe o e-book grátis

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Fazemos parte do movimento #OpenWeStand

X
como vender para fora do Brasil - pessoa carregando caixa de papelão em um almoxarifadogestão a distância - mulher em home office usando fones de ouvido faz reunião remota através do notebook com outra colaboradora que aparece na tela