Como definir a margem de lucro ideal para a sobrevivência da empresa?

É crucial entender a margem de lucro ideal da empresa. Afinal, a partir dessas informações é possível promover mudanças pontuais e garantir a sustentabilidade do negócio. Nos dias atuais, em que 6 em cada 10 empresas fecham as portas antes de 5 anos, o assunto é importantíssimo.

A margem de lucro ideal é aquela que, além de garantir a sobrevivência da empresa, gera retorno financeiro suficiente para recompensar sócios, investidores e sociedade, e reinvestir no empreendimento. Logo, todos podem ser beneficiados.

Há, no entanto, muitas dúvidas sobre como definir e chegar à margem desejada. Pensando nisso, reunimos uma série de informações para você conseguir chegar a esse resultado. Por isso, continue a leitura!

O que é a margem de lucro?

A margem de lucro é a receita que o gestor obtém após efetuar o pagamento de todas as contas da empresa, bem como de salários, investimentos e projetos. Ou seja, é o quanto a companhia consegue faturar após a validação dos gastos recorrentes e imprevistos. Por isso, ela deve sempre ser pensada como algo estratégico e que impacta diretamente as metas em médio e longo prazo.

Sem uma margem adequada, o custo para adquirir empréstimos, por exemplo, pode crescer, e o mesmo vale para a busca de novos investidores. Isso minimiza a competitividade da companhia e sua habilidade de se manter à frente da concorrência.

Como definir a margem de lucro ideal da empresa?

A definição da margem de lucro passa por uma série de passos. Eles auxiliam o gestor a identificar melhor como a companhia está estruturada e o que pode ser feito para maximizar sua lucratividade. Veja a seguir alguns passos que podem ser dados.

Identifique os custos e as despesas

Em primeiro lugar, é preciso entender o conceito das palavras:

  • custo — todo gasto envolvido na produção ou na venda;
  • despesa — gastos de administração e manutenção da empresa.

O custo está relacionado ao produto (isto é, bem ou serviço) comercializado, como mão de obra ou a aquisição de insumos. Por outro lado, as despesas são necessárias à manutenção e à existência do negócio, como impostos ou conta de água.

Levante absolutamente todos os custos, coloque-os em uma tabela e avalie qual é o valor mensal necessário para manter o negócio ativo.

Calcule o percentual de lucratividade

Se você ainda não conhece o percentual de lucro do seu negócio, é hora de conhecer. Somente assim saberá se a margem obtida nas transações é suficiente para mantê-lo ou se é preciso fazer ajustes. Para isso, use a seguinte fórmula:

  • lucratividade (%) = lucro líquido / receita total x 100.

De acordo com o resultado, você saberá se a margem atual é suficiente para cobrir custos e despesas e gerar lucro, ou se é preciso fazer ajustes. De qualquer maneira, é possível maximizar o lucro por meio da prevenção de erros, da redução de custos e do investimento na eficiência dos processos, por meio de softwares modernos.

Conheça o mark-up dos produtos vendidos

O cálculo do mark-up consiste na definição de um índice para chegar ao valor final do produto, considerando todos os gastos e o lucro líquido desejado. Conhecer esse índice é crucial não só para precificar os produtos, mas também para chegar à margem ideal.

Ao entender a formação dos preços de cada produto, é possível descobrir quais são os gastos envolvidos na venda e a margem de lucro ideal e, consequentemente, administrar adequadamente os preços. Dessa maneira, você garante a saúde financeira e a estabilidade da organização.

Use a tecnologia a seu favor

Outra ótima dica é contar com a ajuda da tecnologia. Os softwares de análise de dados estão cada vez mais modernos, flexíveis e autônomos, permitindo a geração de uma série de relatórios financeiros. Também garantem uma análise mais sistêmica e a apuração da margem de lucro ideal para o empreendimento.

Ao usar a tecnologia, fica muito mais fácil identificar e estabelecer a margem de lucro adequada. Da mesma forma, é mais simples gerenciar as finanças, mitigar o número de erros e gerar receitas maiores.

margem-de-lucro-ideal Como definir a margem de lucro ideal para a sobrevivência da empresa?

Por que um ERP pode ajudar a melhorar a margem de lucro?

Na busca por uma lucratividade mais alta, a tecnologia pode ser útil de diferentes maneiras. A transformação digital mudou o papel que a TI tem no ambiente corporativo. Graças a ela, negócios podem otimizar processos, reduzir falhas e inovar com facilidade.

Nesse contexto, o investimento em um sistema de gestão integrada pode causar um grande impacto na margem de lucro que a companhia obtém com os seus investimentos. Essa aplicação centraliza as informações corporativas e melhora o fluxo operacional. Tudo passa a ser mais integrado, voltado às demandas externas e com foco no que o consumidor precisa.

Veja a seguir como o sistema de gestão integrada pode auxiliar a sua empresa a ter o sucesso esperado.

Otimização do planejamento

O planejamento é fundamental para orientar as equipes e permitir que o negócio seja focado em resultados. Nesse processo, o ERP tem um papel-chave. Com ele, todos podem obter dados relevantes para voltar o negócio para uma prática de mercado mais competitiva e dinâmica.

Por isso, sempre use o ERP para planejar os projetos futuros da companhia. Com o apoio dessa ferramenta, é mais fácil encontrar insights que podem ser úteis para o seu fluxo de trabalho. Assim, a empresa conseguirá otimizar o planejamento, sempre considerando um número maior de fatores.

Relatórios mais abrangentes

Nos processos de decisão e avaliação de resultados, os relatórios são uma parte básica. Com o seu apoio, a equipe tem, com menos dificuldade, uma visão completa do impacto dos projetos. Além disso, pode avaliar tendências e otimizar rotinas.

Nesse sentido, o ERP é uma solução que facilita a estruturação de relatórios inteligentes e de alto impacto. A partir da centralização das informações, os dados inseridos em cada documento têm maior integridade. Isso facilita a formulação de uma rotina de trabalho mais alinhada às demandas externas e às tendências do setor.

Possibilidade de otimizar a tomada de decisão

Nas tomadas de decisão, o ERP tem um papel de destaque. Ele permite ao gestor visualizar todo o estado da companhia com facilidade. Desse modo, é possível encontrar fatores que facilitem a busca de novos investimentos e garantir que cada escolha tenha um grande impacto no sucesso da companhia.

Como podemos observar, é relativamente fácil identificar a margem de lucro ideal para o empreendimento. Além disso, o gestor deve estabelecer medidas para reduzir custos e gargalos financeiros e aumentar o lucro nas operações. Dessa maneira, além de garantir a sobrevivência da empresa e garantir benefícios para todos os envolvidos no negócio, será possível mantê-lo competitivo.

Gostou das nossas dicas? Então compartilhe este post em suas redes sociais e ajude os seus colegas a entenderem melhor o tema!

cta_guia_essencial_a Como definir a margem de lucro ideal para a sobrevivência da empresa?

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Fazemos parte do movimento #OpenWeStand

CONHEÇA!
X
previsoes-economicascomo escolher um ERP