Por que a indústria deve apostar em diferentes canais de vendas?

Se um tempo atrás perguntássemos quais são os locais mais utilizados para vender produtos e serviços, a única resposta que receberíamos das pessoas seria “loja física”.

No entanto, hoje, as empresas não precisam mais depender de apenas um meio para fazer negociações. Podem recorrer a vários canais de vendas diferentes e, com isso, aumentar o alcance e captar mais clientes.

A sua indústria está aproveitando todas as possibilidades que os canais de vendas oferecem?

Neste post mostraremos o que são canais de vendas, quais são os meios mais utilizados para fechar negócios, e como as indústrias podem se beneficiar deles. 

Boa leitura! 

O que são canais de vendas?

Canais de vendas nada mais são que meios pelos quais as empresas podem fechar negócios. Esses canais podem ser divididos em online (conectados à internet) ou offline (fora do ambiente digital).

Por meio desses canais a empresa pode realizar uma série de operações, sendo as principais: apresentar produtos e serviços, lançar ofertas, captar clientes e manter o relacionamento pós-venda.

Por que a indústria precisa utilizar diferentes canais de vendas? 

Como o mercado está cada vez mais disputado e existe a possibilidade do cliente comprar pela internet, ficar dependente apenas de um canal de venda pode ser perigoso para a empresa manter a sua competitividade. 

Investir em mais canais de vendas, sejam online ou offline, é uma forma da indústria acompanhar a transformação digital, aumentar o seu alcance, captar clientes e vender mais produtos.

Conheça os principais canais de vendas

Existe uma série de canais de vendas que podem ser utilizados pela indústria. Mas nem todos eles trazem resultados satisfatórios para uma fábrica. Dessa maneira, apresentaremos abaixo apenas os meios com maior potencial de fechar novos negócios. 

E-mail marketing

Hoje o e-mail pode ser utilizado pela empresa para manter um bom relacionamento com os clientes, apresentar ofertas, realizar pesquisas de satisfação e até oferecer descontos exclusivos.  No entanto, para que os e-mails não acabem na caixa de spam, é importante que a indústria se atente às seguintes regras: 

  1. Oferecer tipos diferentes de e-mail marketing: uma newsletter pode ser utilizada para nutrir o relacionamento com o lead, já que a empresa pode oferecer conteúdos relevantes sobre um determinado tema como, por exemplo, notícias atualizadas de mercado. 

    O e-mail promocional, por outro lado, pode ser utilizado para atrair o cliente a fazer uma compra, enquanto o e-mail sazonal para enviar mensagens em datas importantes (aniversários, por exemplo). Já o e-mail marketing de boas-vindas serve para criar um compromisso com o usuário e motivá-lo a avançar em sua jornada de compra.
  1. Ter um cronograma de envios: programar horários e dias para enviar os e-mails é importante para a indústria manter uma frequência de mensagem, mas sem lotar a caixa do cliente.  

E-commerce

O e-commerce, também conhecido como comércio eletrônico, compreende transações comerciais feitas na internet. O que torna esse canal tão interessante é que basta ter uma loja online para a indústria usufruir de uma série de benefícios, como:

  • Possibilidade de vendas 24 horas, 7 dias por semana;
  • Expansão de mercados, podendo vender para clientes de qualquer parte do mundo;
  • Integração do ponto físico com uma loja virtual;
  • Capacidade de oferecer diferentes formas de pagamento;
  • Monitoramento de resultados.

Segundo a Neotrust, uma das principais fontes de pesquisa para quem trabalha com mercado digital, as vendas online não param de crescer desde o início da pandemia. Apenas nos três primeiros meses de 2021, foi registrada uma alta de 57,4%. 

Apostar nesse canal pode fazer a diferença para as empresas que querem aumentar o faturamento, melhorar a experiência de compra do cliente e manter a competitividade. 

Redes sociais

Até pouco tempo as redes sociais tinham como único foco as pessoas físicas. No entanto, conforme o Instagram, Facebook e Twitter foram somando milhões de usuários ativos, essas plataformas se tornaram uma excelente ferramenta para as empresas reforçarem o marketing de produtos e serviços.

No caso do Instagram, a indústria pode usar a rede para aumentar a interação com o público por meio de fotos, vídeos e enquetes nos stories. No Facebook, pode compartilhar ofertas do site ou prestar atendimento virtual por meio do Messenger. Já no Twitter, pode manter o público atualizado sobre mudanças e novidades, além de aumentar o alcance com as hashtags.

As vantagens das redes sociais é que elas simplificam o atendimento ao público e o lançamento de produtos e serviços. E essa agilidade ajuda a indústria a sair na frente das concorrentes, uma vez que consegue otimizar a experiência de consumo

Ponto de venda

Ponto de venda (PDV) nada mais é que um espaço físico onde as mercadorias ficam expostas. Alguns exemplos de PDV são quiosques, prateleiras, displays, entre outros. No caso da indústria, ter pontos de vendas significa que o cliente pode acessar ofertas e conhecer mais sobre os produtos sem a necessidade de um intermediário. 

Essa proposta, quando bem trabalhada, ajuda a melhorar a experiência de compra e aumentar as vendas. Não só isso, traz mais valor de mercado para a indústria, pois a melhor visibilidade dos produtos ajuda a transmitir confiança e auxilia na fidelização à marca.

Telemarketing

O telemarketing consiste em utilizar o telefone para promover produtos e serviços. É considerado o canal que gera menos impacto, pois não são todos os clientes que gostam de receber ligações comerciais. Mas, quando usado corretamente, pode ajudar a indústria a vender mais produtos e melhorar o relacionamento com os compradores. 

Para ter sucesso no telemarketing, a empresa precisa colocar em prática esses quatro pontos:

  1. Planejamento: é importante montar um plano com antecedência para definir objetivos, estabelecer metas e treinar os vendedores.
  2. Postura: em um telefonema, os 30 primeiros segundos são cruciais. Os responsáveis por fazer as ligações precisam saber o que falar nesse tempo e, mais ainda, como reagir às respostas do cliente.
  3. Motivação: o tom de voz do vendedor pode ser suficiente para manter ou afugentar a pessoa da conversa. Mantenha o time motivado para garantir um discurso agradável.
  4. Perfil do cliente: é importante estudar as características do cliente para saber quais são as suas necessidades e como a ligação poderá ajudar. 

Como escolher os melhores canais de vendas

Já explicamos o que são canais de vendas, por que a indústria precisa apostar neles e quais são os meios mais utilizados para fechar negócio. Agora mostraremos qual é o passo a passo para escolher os melhores canais para sua empresa. 

Passo 1: definir objetivos de negócio

O que a sua indústria quer alcançar até final do ano? Quantos produtos quer vender, e quantos clientes novos quer adicionar à carteira? Para escolher o canal ideal para direcionar as estratégias, você precisa primeiramente definir objetivos e estabelecer metas realistas.

Passo 2: identificar as características e o perfil de cliente

Assim que tiver definido os objetivos de negócio, a sua empresa precisa identificar as características e o perfil do cliente. Qual é a faixa etária do seu público-alvo? Quais são seus hábitos diários e práticas de compra? Ter tudo isso bem definido pode ajudar a identificar os meios que o consumidor acessa e por onde ele está mais propenso a fazer negociações.  

Passo 3: verificar se o produto ou serviço atende às necessidades do mercado

Tão importante quanto definir objetivos e identificar o perfil do cliente é verificar se o seu produto ou serviço atende às necessidades do mercado. De nada vai adiantar investir em marketing no Instagram para apresentar um produto, por exemplo, se esse item específico não corresponder ao que o seu público procura.   

Viu só como a indústria pode expandir os negócios por meio dos canais de vendas?  Se você gostou do tema, continue lendo o nosso blog e fique por dentro de todas as novidades relacionadas ao mundo dos negócios e tecnologia! 

Guia completo sobre vendas B2B pela internet - Clique para baixar o e-book

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

análise de concorrência - pessoa analisando dados e fazendo anotações com uma caneta numa imagem que está sobreposta por gráficosERP na nuvem - usuário utilizando um sistema de gestão na nuvem