SPED Fiscal: como preparar minha empresa

O SPED Fiscal — Sistema Público de Escrituração Digital é um processo de escrituração da Receita Federal. Ele consiste em um arquivo digital que reúne um conjunto de escriturações de documentos fiscais, registro de apuração de impostos e outras informações relevantes para os fiscos referentes ao contribuinte. Assim, um dos principais objetivos do sistema é estabelecer a integração dos fiscos federal, estadual e municipal, através de um padrão pré-definido de compartilhamento das informações contábeis e fiscais.

Leia também: Qual o prejuízo de não preparar a empresa para o SPED?

Nesse cenário, a Escrituração Contábil Fiscal (ECF), uma das etapas do Sistema SPED, é obrigação imposta às empresas do Brasil. O prazo para a entrega vai até o dia 30 de setembro de 2015, em substituição à Declaração de Rendimentos da Pessoa Jurídica (DIPJ). Descubra nesse post como as empresas devem se preparar para a ECF no ambiente SPED. Confira!

Como funciona o SPED Fiscal?

Cada empresa, a partir de sua base de dados, deverá gerar um arquivo com layout estabelecido em Ato COTEPE (Comissão técnica permanente) do Ministério da Fazenda, contendo os documentos fiscais e outras informações de interesse do fisco, como impostos apurados no período e dados que influenciem na base de cálculo do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) e enviar mensalmente através do ambiente SPED.

Sendo assim, é de inteira responsabilidade do contribuinte extrair as informações do seu sistema de gestão e submetê-las a um processo de importação e validação para o PVA (Programa Validador e Assinador, fornecido pela Receita Federal). Para isso, será necessário baixar o programa e instalar a máquina virtual do Java. Visto que algumas empresas não possuem sistemas internos de gestão, é possível também inserir os dados manualmente, embora seja um processo bem mais demorado.

SPED Fiscal

Será que a minha empresa está preparada?

As empresas terão de se adaptar ao sistema e, para isso, alguns pontos precisam ser avaliados para descobrir se a sua empresa está preparada para cumprir as exigências legais. Caso contrário, o que deve alterado na rotina tradicional da organização.

O primeiro passo, então, é fazer um levantamento das informações que serão enviadas para o SPED Fiscal. O objetivo é verificar as necessidades de adaptação. Bem como os desafios a serem enfrentados pela empresa para se adaptar ao novo sistema.

O próximo ponto que deve ser avaliado é a questão da tecnologia. Existem softwares de gestão contábil capazes de automatizar o processo de apuração e envio de dados. De forma que as obrigações sejam cumpridas em tempo, evitando também a ocorrência de erros comuns e desperdício de tempo.

Por fim, para que a sua empresa esteja de acordo com as exigências legais, é importante contar com serviços contábeis. Isso porque, levando em conta as recentes mudanças referentes ao SPED Fiscal, o processo será realizado corretamente e irá previnir problemas futuros com a Receita Federal.

Afinal, você quer que sua empresa esteja em dia com suas obrigações fiscais, não é verdade? E então, você acha que sua empresa está preparada? Ainda tem dúvidas sobre o assunto? Compartilhe conosco, deixe seu comentário!

SPED Fiscal

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Fazemos parte do movimento #OpenWeStand

X
indicadores de produtividade